DEIXE SEU RECADO PARA O EDITOR

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

DEUS PROCURA VOCÊ PARA INTIMIDADE


DEUS PROCURA VOCÊ  PARA INTIMIDADE

Este tema predispõe de 5 palavras que merecem destaque. A primeira (DEUS) representa o pináculo do tema, pois é Ele o agente ativo; É Ele quem inicia a ação. Deus poderia está ocupado com tantas outras coisas, porém Ele resolve procurar... Isto propõe a segunda palavra (PROCURA), que parece algo paradoxal, pois o Deus Onipresente e Onisciente está procurando, procurando, procurando... Afinal Ele deixou de vê e de saber de tudo? Será que Ele está procurando justamente porque é uma raridade o que se procura? Então o que será que Deus procura entre os mortais? Surge a terceira palavra que revela o foco mais valioso do Onipotente Deus: Você!!! Surpreendentemente Ele procura por você!
A quarta palavra (PARA), frisa o objetivo desta busca divina (O maior indo ao encontro do menor) e requer uma resposta que invoca a quinta palavra que é tão sublime: INTIMIDADE! Que maravilha! O Criador procura a criatura para manter uma intimidade com ela novamente. Por que?
Houve um tempo que o homem gozava deste privilégio glorioso com Deus no Édem( Gn. 3.8), mas toda aquela comunhão e harmonia foram por água abaixo. “A porta do Jardim tornou-se a serventia da casa” Adão e Eva foram expulsos do jardim (Gn. 3.23,24) e ninguém sabe a localidade deste paraíso de intimidade com Deus. Diante disto, pergunto: Quem saiu perdendo com isso? Para sua surpresa: Deus!!!
Observe que num relacionamento quem mais sai perdendo é quem cede e vai ao encontro do outro. (João 4.23; Ez. 34.11). Se Deus nos procura, então o que estamos esperando? A que distância estamos do Pai Celeste para que Ele se demore tanto em nos encontrar? Por que não encontramos, com freqüência, pessoas com profunda intimidade com Deus como no Antigo Testamento? Ou não se sabe deste direito que temos (Atos 17.30) ou há uma rejeição absurda da criatura para com o Criador. (Rm. 1.21,22)
Vamos, então, rastrear nas Sagradas Escrituras e nos Bastidores de sua história, (1) quem Deus encontrou para intimidade, (2) como era a vida desses “ vasos escolhidos”, (3) o que fazer para alcançar essa intimidade, e (4) o que fazer  para preservá-la.
No final, veremos o que nos falta para atingirmos este grau tão sonha de intimidade com nosso Deus. Amém!?

1 – QUEM DEUS ENCONTROU PARA INTIMIDADE?

É fato que este encontro não tem base no mérito e nem na condição privilegiada do homem ( 1 Cor 1.26-29 ) , mas é fundamental destacar que Deus escolhe a pessoa, o lugar, a forma e o propósito para cada indivíduo que encontra para esta intimidade, inclusive, todos eles não se achavam dignos desta eleição. Lembra-se das palavras de Isaías: “ Ai de mim que vou perecendo...” (Is.6.5) e Pedro disse: “ Ausenta-te de mim, Senhor...” (Lc.5.8). Entre tantos, quero destacar que:

1.1  – Deus encontrou Enoque. (Gn. 5.21-24; Hb. 11.5)
1.2   - Deus encontrou Abraão. (Gn. 12.1-3; 15.1; 17.1-11; 18.17-19; 18.22-33; Tg. 2.23)
1.3   - Deus encontrou Moisés.(Ex. 3.1-15; Mt. 17.1-3; Hb. 11.23-29)
1.4   - Deus encontrou Davi. (1 Sm 16.13; At. 13.22; Lc. 1.32; Rm. 1.3))
1.5   - Deus encontrou Elias. (1 Rs. 19.5-18; 2 Rs. 2 Rs. 1-12; Tg. 5.17; Mt. 17.3)
1.6   - Deus encontrou Daniel. (Dn. 1. 8-16; 2.19; 9: 1-23)
1.7   - Deus encontrou Pedro, Tiago e João. (Mt. 17.1; Mc. 5.37; 2 Pe. 1.16-18)

2 – COMO VIVIAM ESTES HOMENS QUE DEUS ENCONTROU PARA INTIMIDADE?

2.1 – ENOQUE – (Andou com Deus, Creu e agradou a Deus, por isso, Deus o tomou para si)
2.2 – ABRAÃO – (Foi chamado o pai da fé e o amigo de Deus)
2.3 – MOISÉS – (Representou o Cristo no AT, e fala com Deus      “Face a face”, não viu a Deus, mas viu a Sua glória. Aleluia!
2.4 – DAVI – (Chamado: Homem segundo o coração de Deus)
2.5 – ELIAS – (Era um oráculo de Deus na terra e não morreu)
2.6 – DANIEL – (Deus sempre lhe revelava os seus segredos)
2.7 – OS TRÊS – (viveram  milagres e comunhão com Jesus)

3        – O QUE FAZER PARA ALCANÇAR ESSA INTIMIDADE?
Deus em Sua Soberania e Onipotência estabeleceu Suas leis e regras para tudo no universo, porém não se sujeita a nenhuma lei fora de si. Ele é Sua Própria lei.  Ele é a lei em cima no céu, na terra e em baixo da terra.  Sua maior preocupação é em cumprir Sua Palavra.  (Sl. 115.3; Jer. 1:12). Ele também nos deu uma lei (mandamentos). (Ex. 20.1-17). Assim como há leis físicas que governam o universo, há também leis espirituais que governam o nosso relacionamento com Deus, siga algumas orientações bíblicas para essa intimidade com Deus,  na tabela abaixo, depois veremos as 4 leis da intimidade com Deus.


I
nvista mais tempo em oração (2 Cron 7.14; Mc. 14.38;   1 Ts. 5.17; Lc. 18.1).
N
ão deixe o reino de Deus em último caso (Mt. 6. 25-33; Lc. 9.62).
T
enha um relacionamento com a Bíblia.(Sl. 1.1-2; 119. 11,35,40, 72, 77,92,97,103,112).
I
mponha regras (disciplina) para seu estilo de vida.  (1 Jo 2.6; Col. 2.20; 3.3).
M
ostre seu Deus com sua vida (Ef. 4.1,17; 5.2; Cl. 2.6;    Gl. 2.20).
I
magine-se já reinando com Cristo (1 Pe. 2.9; Col. 3.1;  2 Cor. 5.1,8; Fil. 3:20).
D
edique-se a vocação que foi chamado ( Ef. 4.1; 1 Cor. 1.26; Rom. 11.29)   
A
lmeje ter comunhão com Deus ( 1 Jo. 1.3; Mt. 6.6-13)
D
isponha-se a obra de Deus (1Cor.15:58; 2Cron.15.7;  Mt. 19.29; Mt. 16;27; Jo.4.34).
E
spere a vontade de Deus na sua vida ( Sl. 40.1; 25.5;  Is. 40.31; 64.4)


AS QUATRO LEIS DA INTIMIDADE

1 – Natureza – Compartilhar a mesma natureza. (2 Co. 5:17; Ef. 5.1)
1 – Pensamento – Compartilhar o mesmo pensamento.     (Fl. 2.2; 4.8;  Cl. 3.2; 2Co. 10.5; 1Co. 2.16)
1 – Habitação – Compartilhar a mesma habitação. (Sl. 23.6; 27.4-5; 84.1-4; 91.1; 122.1)
1 – Caminho – Compartilhar o mesmo caminho. (Jo. 14.6; Is. 55.8; Pv. 14.12)

4 – O QUE FAZER PARA PRESERVAR ESSA INTIMIDADE?

Se em nossa vida cristã já compartilhamos das quatro leis da intimidade com Deus, devemos preservar esta pérola de grande valor que Deus nos concedeu, que é seu reino dentro de nós (Mt. 13.45,46).
Da mesma forma como os peixes precisam da água, as aves,  do céu e os animais silvestres, da mata, assim também nós, que nascemos do espírito (Jo.3.3; Cl. 3.1), carecemos da comunhão e da presença de Deus em nossas vidas.
Portanto, diante do que já vimos neste estudo,  não há mais segredo para conservar, preservar ou manter seu  relacionamento íntimo com Deus,  porém, vale salientar que, os frutos do Espírito são indispensáveis, tanto para identificar como para manter a intimidade com Deus. Leia (Gl. 5.16-26) e note que só há duas opções: andar  na carne ou no Espírito, manifestar as obras carnais ou os frutos do Espírito. O texto diz que as obras da carne são sinais para não herdar o Reino de Deus, já contra os frutos do Espírito, diz: Contra estas coisas não há lei. (Rm. 8.1). Aleluia! Quem é íntimo de Deus tem entrada franca no Reino dos Céus.

CONCLUSÃO

“O mundo ainda não viu o que Deus fará com o homem e através do homem totalmente a Ele entregue” (D. L. Moody)

“ Deus tem o melhor para aquele que deixa a escolha com Ele.” (Jaime Kemp)
“Intimidade com Deus é mergulhar Nele e permitir que Ele habite em nós”   ( Gildelânio)


Prof° Gildelanio da Silva - Mestrando em Teologia

gildelanio@hotmail.com (83.8885.3936 / 9965.1398)


CASO QUEIRA COPIAR, FAVOR CITAR FONTE A AUTORIA. GRATO.


Nenhum comentário:

Postar um comentário